quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Sobre o serviço

Se não serve, não serve.

Pra servir tem que servir.

Servir o faminto, que luta por um pedaço de pão.

Servir o sedento, que, desesperado, bate às portas em busca de algo que sacie sua

sede.

Servir o desnudo, que sofre desonra por não ter o que vestir.

Servir o caído, como um bom samaritano imbuído de compaixão.

Jesus serviu porque veio para servir.

Sendo Deus, decidiu servir, servindo.

Serviu a todos, sendo amado e odiado.

E ensinou a seus discípulos que quem não vive pra servir não serve para viver.

Será que serve passar por essa terra sem servir?

Será que serve olhar a miséria no mundo e nem ao menos se afligir?

Será que serve nascer, viver e morrer sem jamais ter sido confrontado,

sem ter tido o coração incomodado pelo serviço não prestado, pelo socorro

ignorado e pelo amor não dispensado?

Não! Não serve!

No mundo de Deus, pra servir tem que servir!

Sendo o rei dos reis, Ele se fez o servo dos servos e ensinou que quem não serve

Para nada mais serve senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens.

Uma vez mais: quem não vive para servir não serve para viver!

Um comentário:

Anônimo disse...

Amado Daniel.
Não somente li a mensagem recomendada, como aproveitei para ver as demais. Louvo a Deus pela sensibilidade de seu coração crente, não só quanto à essência da fé bíblica, mas também no zelo pela linguagem dela, o que é tanto mais raro hoje, em especial entre os de sua idade, cuidado que não o torna pedante. A mensagem fala alto, e isso é o que a torna profecia divina, como convém aos santos. Espero que você mantenha o blog atualizado, uma vez na Escócia, para que não tenhamos a sensação de que sua ida represente uma perda para o "staff" brasileiro tão raro de homens nobres na sã doutrina. Grande abraço para você e Denise.
Cleber Alho