terça-feira, 9 de junho de 2009

Sobre a igreja (2)


Há quem diga que é preciso ter uma razão muito convincente para justificar sua entrada em uma igreja. Reconhecem seu valor para a recuperação de viciados, restauração de casamentos destruídos, fortalecimento de enfermos inconsolados ou situações de semelhantes proporções trágicas. Julgam que pessoas normais não precisam ir pra lá.

Confesso que ainda não entendi quem são os normais. Porque apesar de não me enquadrar em nenhum dos exemplos acima mencionados, sempre encarei a igreja como um lugar fundamental para mim. Não por haver nela algum poder próprio, mas por causa da forma peculiar como Deus tem agido através desse povo.

É impressionante como nela a gente ouve palavras que parecem ter sido encomendadas por Deus. Dá gosto ver como, num mundo tão cético, ainda tem gente que vive pra ver o Criador sorrir. Um povo que acredita na possibilidade de vencer o mal com o bem; e que entende que as boas novas da salvação devem ser anunciadas inclusive para aqueles que lhes fazem mal.

Eu já estou convencido. E ninguém me faz voltar atrás. A igreja definitivamente é o meu lugar. Não um reduto que me aliena do mundo que me cerca. Mas o espaço que me faz lembrar que, como todos, sou pecador; como muitos, fui resgatado; e de forma única, tenho sido transformado.

3 comentários:

Teka Cristo disse...

Nossa Dani! Que texto lindo! Posso colocar no meu orkut? Com citação é claro! =D

Daniel Guanaes disse...

Manda ver, Teka!

Marilia Lessa disse...

Eu costumo dizer que sou como um vaso de azeite,que quando vou a igreja me abasteço e a cada dia,o azeite vai acabando e na mesma medida preciso me abastecer.Quando não vou a igreja, sinto que o vaso esta vazio e logo ele secará e poderá quebrar por estar ressecado.O que é o azeite que me abastece na igreja?Ë a presença de Deus, a Palavra,a comunhão com os irmãos,os louvores... é isso que me abastece e me fortalece para vencer cada batalha que o dia a dia nos oferece.
Por isso um dos versículos que mais me identifico é:"Alegrei-me quando me disseram vamos à Casa do Senhor".Amo ir a igreja!