sexta-feira, 17 de julho de 2009

Sobre a alegria

Para mim, o problema está em achar que ela é sinônimo de riso. Penso que não preciso contrair os músculos da minha face todo o dia para mostrar que sou alegre. Porque ainda que sorrir seja algo extraordinário, nem o mais belo sorriso do mundo é capaz de expressar a plenitude da alegria que existe em meu coração.
Sou alegre ainda quando choro. Em meio às minhas decepções, sei que ela me acompanha. Mesmo quando, como meu Senhor no Getsêmani, sou abatido por uma profunda tristeza, sei que ela está ali; quieta em seu canto.
Sei disso porque, depois, ela dá as suas caras. Aparece me mostrando que não me deixou. E me faz lembrar que a razão de sua existência é maior do que o passageiro prazer das circunstâncias da vida. Ela existe porque Ele a gerou em meu coração. E me garantiu que, qual um fruto bem cuidado e regado, tinha tudo para amadurecer e permanecer por todos os meus dias. Isto é, por toda a eternidade.

3 comentários:

Anônimo disse...

Só quero que vc lembre disso muito em breve, no dia em que eu, abraçando vc e Lajotinha, vou me despedir temporariamente de vocês!!!
As lágrimas serão de saudade antecipada e um "pouquinhozinho" de tristeza, mas também de uma enrome alegria em ter vocês na minha vida e poder partilhar das conquistas de tão grandes sonhos!
Amo muito você!

Marina

Daniel Guanaes disse...

Marina,
nem me fale dessa despedida do aeroporto. Vai ser o pior momento para mim. Mas faz parte do processo, né. Não tem jeito. Também amo muito você. E logo, logo nos encontraremos!!!
Bjão!

Lucia disse...

Dani,como e dificil ficar longe das pessoas que amamos,que se preocupam com a gente.Como amo receber os seus telefonemas,emails e visitas.Que o Senhor cuide sempre de voce e da De,como tem cuidado sempre.So de lembrar que vamos ficar longe por um tempo as lagrimas rolam,as palavras ficam travadas na boca,com certeza da um aperto grande no coraçao.Mais os planos de Deus pra vida de voces sao enormes,e esse sera so mais um deles.Amo muito voce! Bjos ja saudosos Lucia,Murilo e Pedro