quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Sobre quem somos e parecemos ser

Comecei hoje meu doutorado. E, surpreendentemente, continuo o mesmo. Nada mudou. Quer dizer, é claro que as coisas mudam. Mesmo assim, eu continuo o mesmo.

Engraçado pensar que, em alguns lugares, apresentar-me como doutorando fará com que pensem que sou mais do que na verdade sou. E isso não é de hoje; tampouco se restringe ao meu exemplo. Sempre foi assim. Achamos que somos o que parecemos ser.

Bom é quando descobrimos que somos menos do que parecemos. Isso pode até ser frustrante; ainda assim, é mais verdadeiro. Somos o que éramos antes de acharmos que fôssemos alguma coisa. Somos o que ninguém vê, mas sabemos que está ali. Somos o que esquecemos, mas que Deus sempre sabe. Somos todos diferentes, mas ainda somos os mesmos. Os mesmos seres resgatados pela graça, remidos pelo sangue e amados pelo Eterno!

9 comentários:

Anônimo disse...

Que orgulhoooooo!!!
Tô feliz demais por vc!
beijocas de nós duas!
Marina e Beatriz!

Anônimo disse...

Daniel, seu texto é um convite à constante busca da humildade em tudo que fizermos. Permita Deus que
jamais nos esqueçamos disto. Se filha e neta mandam beijocas, por que não,também, um orgulhoso pai e
avô!? Beijos p/você e Dedê. Valmy.

Felipe Bacelar disse...

Daniel,
Você continua sendo um de nossos pastores! Mesmo longe, ainda oramos por você, aprendemos com você e acreditamos em você!
Parabéns por ter recebido a benção de estar nesse lugar e ai ser usado por Deus!
Abração
Felipe Bacelar

Anônimo disse...

Pelo visto parece que a experiência da 1a. Aula não foi muito diferente daquilo que você já estava acostumado... É tão interessante os parametros que a vida nos impôe, não é mesmo? Num primeiro julgamento, o doutorando é mais do que o mestrando que é mais do que o graduado... No entanto, no final de tudo, sabemos que em essência independente do título que temos somos os mesmos diante daquele que comanda tudo e todos... Curioso e interessante esse parâmetro humano que nos dá rótulos mas que nem sempre retrata a realidade daquilo que somos.

Preserve a essencia, independente do título...

Saudades,
Rejane

Daniel Guanaes disse...

Marina e Bia, tb temos muito orgulho e saudades de vcs! Ainda mais agora, com seu blog super famoso!

Pai, estou morrendo de saudades tb, e tenho muito orgulho de vc, baiano.

Felipe, tb aprendo muito com todos vcs. E valeu por ainda me aceitar como pastor, mesmo longe! rs

Rejane, é isso mesmo. A essência acima de tudo. Saudades tb!

Anônimo disse...

Dani,Parabens por mais uma conquista,que o Senhor continue te abençoando grandemente,Amamos voce!bjs Lucia,Murilo e Pedro

Aily disse...

Daniel, esse seu comentário me deu oportunidade de fazer uma profunda reflexão sobre o assunto.Quem sou e quem pareço ser!!!
Suas palavras foram profundas! Em nossas orações não esquecemos de voces.Um beijo carinhoso para voce e para Denise.

Bjos. Tia Aily

Rapha disse...

BOA SORTE DANI, NAO TEMOS DÚVIDAS QUE AINDA É O NOSSO PASTOR ! DEUS TE ABENÇOE MUITO AI

Daniel Guanaes disse...

Tia Aily: que bom receber esse feedback! O objetivo é esse mesmo! Bjão. E comente sempre que quiser!

Lúcia, Murilo e Pedro: Foi ótimo falar com vcs ontem, e ouvir o Pedro mais uma vez cantando Pai Francisco e Ana Júlia. rsrsrs

Rapha: Valeu mesmo. Também considero vcs minhas ovelhas! Mesmo longe!