quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Aos meus mestres

Muitos se apresentam como mestres. Poucos, contudo, o são. Porque mestres não se apresentam; são descobertos. E embora tenha ouvido falar sobre diversos, prefiro caminhar com os que conheço. Eles me fazem ir além. Por causa deles, encontrei no ensino uma de minhas grandes paixões. Através deles, aprendi que os livros são apenas parte das ferramentas que se usa para lecionar. Sua perspicácia me instiga e inspira. Definitivamente, quero tê-los por perto enquanto puder. Por isso, aos meus mestres, por este dia, parabéns!

Um comentário:

Anônimo disse...

Caminhada, contemplação, meditação.
Resultado: uma bela reflexão em reverência a quantos navegam na nobre e secular arte de ensinar. Ladino, pego carona nesta sua homenagem aos queridos mestres.
Parabéns, Daniel. Valmy.