segunda-feira, 5 de outubro de 2009

O professor e o aluno

Ele disse ao aluno que teologia se faz com a mente. Esqueceu-se, coitado, que a mente não é uma instância autônoma; é um pedaço da vida. Devia ter ensinado diferente. Ele gastaria menos tempo com os livros e passaria a teologar se relacionando.
Tarde não era, quando o aluno percebeu que não se teologa apenas lendo tratados. Vivendo, começou a desenvolver os seus. Procura ser fiel ao texto sagrado. Nem sempre acerta; mas ao menos tenta.
E o professor? Ainda se esconde nos seus livros, com medo de abandonar a ortodoxia - que, por sinal, já o abandonou há tempo. Só ele não percebeu.

4 comentários:

Anônimo disse...

que medo! rssss
Mas tá bonito!

Sem nenhuma relação com o texto, mas sei que vc vai dar risada: "Tá bonito, mas pode melhoraaaar!!!!"
hahahahahahaha

beijoca,
Marina

Ricardo Mamedes disse...

Estou te seguindo agora amigão. Se puder, faça uma visita ao meu blog (ricardomamedes.blogspot.com). Amplexos. Em Cristo.

Anônimo disse...

Já pensou em escrever um livro?
Suas frases são sempre incríveis e filosóficas mas que são simples e objetivas!
Já passou da hora heim pastor!
o título poderia ser algo como...
" Postei no meu blog.."
heheheh
Mas sério, seus pensamentos a cada dia se superam e nos levam a pensar sobre o que é viver essa fé abstrata nesse mundo real!
Abração
Felipe Bacelar

Gabi Machado disse...

Caramba! Preciso e cirúrgico o texto. Tapas com luvas de pelica!
Parabéns!