quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Sobre a alegria da manhã

Fascina-me o texto bíblico que anuncia a chegada da alegria matutina como sucessora da noite de choro. Não poucas vezes, confesso, dormi angustiado, esperando o sol trazer o tão prometido refrigério. Houve manhãs em que ele chegou. Outras, no entanto, chegaram, deixando-o pra trás.
Foi quando comecei a me dar conta de que tais manhãs não se contam com o nosso relógio, mas com o de Deus. Há manhãs que chegam depois de dias, meses e até anos. Outras chegam em menos de 24 horas.
O bom é saber que, longas ou não, nossas noites sempre têm o seu fim. Mais cedo ou mais tarde o sol da justiça faz nascer um novo dia. As lágrimas são enxugadas e um novo capítulo começa a ser escrito em nossa história.

2 comentários:

Anônimo disse...

D,MQFA: "... As lágrimas são enxugadas e um novo capítulo começa
a ser escrito em nossa história."
Sábio remate, adornando ótima reflexão. Sabedoria pura! Assim, na
esperança perseverar. Com carinho, Valmy.

Ricardo Mamedes disse...

Essa é a nossa certeza! Há momentos que, sem essa esperança queimando em nossas almas, seria insuportável.

Deus tudo vê. Ele sonda os nossos corações e o mais profundo do ser. Ele é Soberano e Onipotente. A fé nEle e no Filho nos resgata não somente do pecado, como da dor, da angústia e do sofrimento. Novas manhãs virão...

Em Cristo.