quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

2 Pesos; 2 Medidas

Parece cada dia mais concreta a tese de que evangélicos são adeptos da filosofia popular "dois pesos e duas medidas". Dentre as muitas razões pelas quais tenho chegado a esta conclusão, encontra-se a maneira pela qual os referidos cristãos reagem diante de uma conhecida passagem bíblica.
Refiro-me ao episódio de Daniel na cova dos leões.
O profeta do nome belo (rs) havia sido escolhido com um dos 120 príncipes do reinado de Dario. Tendo sobrepujado a todos, tornou-se objeto de inveja alheia. Em nada havendo motivo que o incriminasse e destituísse de seu posto, foi proposto ao rei Dario que promulgasse uma lei impedindo que, no curso de 30 dias, fossem feitas petições a outro homem ou Deus.
Descumprindo a regra, Daniel é lançado na cova dos leões.
Ao ver, no dia seguinte, que Daniel vive, Dario promulga outro edito, obrigando todas as pessoas a adorarem, a partir de então, o Deus do profeta.
Se não estou enganado, é comum cristãos lerem esta passagem achando o primeiro edito um absurdo, e o segundo uma bênção. Pergunto: Em quê ambos diferem? Os dois refletem um autoritarismo tirano e cruel (se bem que todos assim são). A única diferença é que um "beneficia" o povo de Deus e o outro não. Por isso, e principalmente por isso, muitos cristãos acham belo o desfecho desta história.
Preocupa-me saber que a hermenêutia aplicada nesta passagem reflete, na verdade, a hermenêutica aplicada à vida dos que assim a enxergam. Até quando evangélicos acharão certo aquilo que, fossem outros os personagens da história, considerariam errado? Quando o barulho das vigílias será tido como tão desrespeitoso quanto o batuque dos terreiros? Ou o lixo acumulado na rua nos eventos gospel que paralizam a cidade tão poluentes quanto os recolhidos no carnaval?
2 pesos; 2 medidas. Vale a pena pensar nisso; e ver se Jesus leria a Bíblia e a vida dessa forma.

6 comentários:

Anônimo disse...

Bem, Daniel: não instruído, sequer
iniciado na arte da interpretação de textos sagrados, não comento o tema enfocado. Mas, entendido seu propósito, como pai também possuo minhas contradições no pensar e agir. Às vezes, saudosos, queremos
você e a querida Denise entre nós. Logo nos aquietamos. Outras vezes,
conscientes da importância da estada de vocês por aí, nos alegramos. Até quando tais contradições - afetivas,ainda bem!-
perdurarão? Deus é quem sabe. Bom,... já esquecia o motivo da minha visita a este espaço: desejar
de público um HAPPY NEW DYEAR for you and your lovely wife Denise. Amo demais vocês. Mesmo à distância
seu desprendimento é admirável e modelar. Com amor, Valmy.

romeospice disse...

Muito bom teu texto. Realmente temos esse pensamento em so porque eu sei que algo é bom, entao nao importa quer seja imposto, é o melhor. E pensar que Deus desde o princípio nos deu a escolha, e novamente escolhemos segui-lo por meio de Jesus, mas muita vezes queremos tirar esta opção das pessoas. Acho que seja um cuidar perigoso, realmente é momento de refletirmos.
Feliz ano novo irmao.

Anônimo disse...

Excelente reflexão, Dani...
Merece ir pro boletim, que tal?
beijocas!
Amo vc!

Marina

Michael Lobato disse...

quote
"O profeta do nome belo" Hahaha!Brincadeira a parte, mt bom o pensamento!

amigodcristo disse...

Olá Daniel, graça e paz seja contigo!!
Passando para conhecer seu espaço, e gostaria de aproveitar
A oportunidade e te convidar para conhecer o Amigo de CRISTO
É um blog novo, mas voltado e acunhado na palavra, isento de criticas
Mas como meta, levar o leitor direto ao alvo, à pessoa de Jesus, sua visita
Será uma alegria, e também estaremos somando positivamente, como voz estaremos fortalecendo o mandamento do ide de Jesus, e estreitando a união por esse canal de comunicação para honra e a glória do nome do senhor, em um só corpo.. paz seja contigo..Amigo De Cristo

Daniel Guanaes disse...

Pai: Contradições, paradoxos e afins fazem parte da vida, não? bjs
Romeospice: Valeu pelo comment, brother. Ótimo ano novo pra vc tb!
Marina: a la Zina; 'topo. Por que não?' rsrs bjs
Michael: Gostou do nome, né! rs
Amigo de Cristo: Bem vindo. Já passei por lá e setou seguindo.