segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Por um Brasil mais brasileiro

Eu voto na proposta de se fazer um Brasil mais brasileiro. Acho que deveríamos importar menos filosofias estrangeiras, e passar a construir a nossa própria. Acho que temos música boa o suficiente para fazer com que a língua inglesa não seja a mais tocada em nossas rádios. Acho que nossa língua é bonita o bastante para dar nomes àquilo e àqueles que nascem em nossa terra. Acho que deveríamos acertar sozinhos, e até mesmo errar os nosso próprios erros, sem trazer os erros que vêm de fora. Acho que o desde sempre 'país do futuro' não se valoriza, razão pela qual carregará esse status ad aeternum. Acho que nossa espiritualidade deve ser construída a partir de nossas experiências latinas, e não ditada pelos modelos europeus e norte-americanos. Acho que nossa aceitável malandragem esconde um lapso no caráter nacional, e que não deveria nos fazer ter orgulho do 'jeitinho brasileiro'. Acho que verdadeiramente não deveríamos desistir nunca. Acho que poderíamos trabalhar para fazer nossa terra ser conhecida por mais do que 'terra do samba, mulata, futebol e corrupção'. Acho que poderíamos aprender a olhar mais pra cima, de onde vem o nosso socorro. Acho que é isso.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ótima percepção, Daniel, sobre o modo de ser no dia-a-dia dos brasileiros: muito ativos para umas
coisas mas conformados e inertes para outras a ponto de, diante de um noticiário que nos leva a tudo menos a pensar, dizerem: "É, né!
Fazer o quê?" Não sendo estimulados
a pensar, refletir, também não saberão votar Por Um Brasil mais
brasileiro, como expresso por você.
Parabéns. Valmy.