terça-feira, 8 de março de 2011

O reino de Deus e as mulheres

Quando o primeiro homem marginalizou a mulher por tê-lo feito pecar, Deus a recolocou no palco da história, dizendo que dela era a semente que resolveria o problema.
Quando os homens começaram a considerá-las como uma de suas posses, descartando-as por qualquer motivo como objetos jogados na lixeira, Deus mandou que dessem a elas cartas de divórcio, preservando seu valor.
Quando Maria, grávida, correu o risco de ter sua reputação destruída, Deus mandou um anjo dizer a ela e a José que não se preocupassem, porque o que nela fora gerado era do Espírito Santo.
Quando os mestres só tinham discípulos homens, Jesus permitiu que mulheres aprendessem aos seus pés.
Quando quiseram aplicar o rigor da lei sobre uma que havia sido flagrada em adultério, Jesus a amou.
Quando acusaram de desperdício uma mulher que derramou perfumes nos pés de Jesus, ele a honrou.
Quando foi levado à cruz, mulheres choravam o seu luto.
Quando ressuscitou, com uma delas ele logo falou.

E ainda tem gente que diz que não há lugar para as mulheres no reino de Deus.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pastor: como parte interessada agradeço por esta reflexão, ela nos lembra quão especiais somos aos olhos do Pai.

Abraços,
Rejane